Objetivo: debater os impactos da incineração na região de Barueri, Carapicuíba e santana de Parnaíba; ações de resistência ao empreendimento, o desenvolvimento da coleta seletiva e alternativas de gestão para a região.

 

Em defesa da coleta seletiva e resistência à incineração faremos na Câmara Municipal de Carapicuiba um ato-debate na quinta-feira próxima, 13 de dezembro,  para o qual estão todos convidados (convite anexo)

 

O Brasil corre o risco de ver a incineração de resíduos se desenvolver como alternativa de gestão, apesar de onerosa e insustentável, difícil de ser justificada com os imperativos ecológicos e sociais do século XXI.

O aparente desaparecimento dos resíduos e sua transformação em energia elétrica pela incineração seduz as prefeituras. A grandeza dos valores econômicos tenta vendedores de equipamentos, operadores, bancos, ….

Nosso desafio é mostrar às prefeituras, investidores  e agentes financeiros que incinerar lixo no país pode não ser  um bom negócio. Não estamos dispostos a pagar seus custos econômicos, socias, ambientais e sanitários e sabemos que há mehores alternativas.

A porteira dos incineradores está se abrindo em Barueri. O empreendimento está em fase de licenciamento. Onde passa boi passa boiada.

O povo de Maringá-Paraná já mostrou como se fecha a porteira e se faz um assado. Mobilização!  Tá chegando  nossa hora.


CONTRA A INCINERAÇÃO, PELA COLETA SELETIVA